TROCO FOTOS POR SORRISOS – Pq. PITUAÇU – SALVADOR-BA

Aconteceu TROCO FOTOS POR SORRISOS, no projeto DE SOLOS E COLETIVOS, em Salvador-BA, no Parque de Pituaçu (14/04/2015).

REALIZAÇÃO: QUITANDA E VAGAPARA

A memória, guardava a imensidão e a beleza do parque, mas desacreditava na manutenção, continuidade e cuidado. Após muitos e muitos anos… O parque continua com as obras de CRAVO, com os pedalinhos, com a loja de bicicletas, com segurança e, ao meu ver, o melhor local de lazer da cidade.

Confiram abaixo, as fotos dos sorrisos trocados.

Agradeço a todos e todas que participaram, colaboraram e sorriram.

foto- Aldren Lincoln-3

foto- Aldren Lincoln-2

foto- Aldren Lincoln-4

foto- Aldren Lincoln-5

foto- Aldren Lincoln-6

foto- Aldren Lincoln-12

foto- Aldren Lincoln-17

foto- Aldren Lincoln-16

foto- Aldren Lincoln-11

foto- Aldren Lincoln-10

foto- Aldren Lincoln-15

foto- Aldren Lincoln-14

foto- Aldren Lincoln-9

foto- Aldren Lincoln-7

foto- Aldren Lincoln-13

TROCO FOTOS POR SORRISOS – UNIVASF DE JUAZEIRO

 

 

Aconteceu em Juazeiro, na Universidade Federal do Vale do São Francisco – TROCO FOTOS POR SORRISOS.
Quero agradecer aos colegas, amigos e todos que participaram dessa barganha!
Um abraço a todos!

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

TROCO FOTOS POR SORRISOS – MEMÓRIAS E VIVÊNCIAS DE PASSAGEM

 

O “Fotos por Sorrisos” aconteceu novamente na praça da Misericórdia em Juazeiro Bahia! Dessa vez o projeto de Intervenção Fotográfica teve um outro direcionamento. 

Imagem

Para essa ocasião, o projeto foi “adequado” e deixou de ser apenas uma “Intervenção Artística Fotográfica” e passou a integrar a MEDIAÇÃO ARTÍSTICA / EDUCATIVA INCLUSIVA dentro da disciplina PRÁTICAS DE ENSINO EM ARTES VISUAIS III. O projeto inseriu-se como sub-projeto para esse momento juntamente com outros diversos trabalhos e sub-projetos dos alunos do curso de ARTES VISUAIS – UNIVASF. 

A mediação inclusiva e participativa foi concebida em dupla com Luisa Magaly, que sugeriu a proposta mediativa, já que, a mesma acompanha o projeto desde a primeira intervenção. Com um olhar apto a pensar sobre o projeto e com orientação da professora de estágio III sobre mediação em espaços Não Formais implementamos o fotos por sorrisos para discutir conceitos, arte, mecanismos, interação, vivências e memória em fotografia para todos os tipos de público.

Quero agradecer a todos os envolvidos no projeto, aos sorrisos trocados e ao sucesso dessa exposição.

A arte do cartaz foi desenvolvida por Uriel Bezerra.

Não esqueça de CURTIR E POSTAR “O QUE VOCÊ GOSTA DE FOTOGRAFAR” na nossa FANPAGE DO FACEBOOK – https://www.facebook.com/fotosporsorrisos

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

ALDEIA DO VELHO CHICO – VIRARTE

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

TROCO FOTOS POR SORRISOS – ALDEIA DO VELHO CHICO – PETROLINA/PE

TROCO FOTOS POR SORRISOS aconteceu no…

21376_645411695470291_303239069_n

Quando fui convidado à realizar a Intervenção Artística no Aldeia do Velho Chico enchi-me de alegria tamanha por poder compartilhar da corrente do sorriso, do feito de incendiar as pessoas com a barganha. O “Troco fotos por sorrisos” é uma permuta de valores, de sentimentos, de coisas materiais por sensações imateriais. Foi com vários pensamentos que, ansioso, preparei-me para oferecer o melhor as pessoas e levar à elas um bom motivo para estar ali, para pedirem pelas fotos, para que eu arrancasse delas sua riqueza que jamais iria empobrecê-las. 

Um outra proposta que surge é oferecer a todos a possibilidade de compartilhar e suas redes sociais suas fotos! Se você foi fotografado dentro da performance divulgue essa ideia!!! COMPARTILHE no seu face o nosso link acima e diga “EU TROQUEI UMA FOTO POR UM SORRISO!!!” e assim essa corrente nunca vai acabar!!

Obrigado a todos os ricos doadores por compartilhar conosco seus sinceros sorrisos!!!

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

TROCO FOTOS POR SORRISOS – INTERVENÇÃO NA FEIRA MUNICIPAL DE JEQUIÉ-BA

 “Já posso chegar sorrindo?”

Jequié-BA, 10 de maio de 2013

Acordar preparado para interversão/intervenção e saber que o barulho lá fora é de chuva forte, não me provocou riso. Pensei que os pássaros que dormem na árvore em frente a janela tivessem acordado sem cantarolar, mas percebi que os mesmos desligaram os despertadores e se aninharam em silêncio, dando lugar ao som provocado pela chuva.

O dia foi passando e a sensação de que havia perdido a troca de fotos por sorrisos foi lavada. Acontece que na cidade do Sol a chuva não impera. Abre-se o tempo, as possibilidades de tomar o ônibus até o centro da cidade aumentam e o sorriso chega ao rosto como a chuva chegou pra Jequié.

Atravessando o centro da cidade em busca de uma praça movimentada, observava atentamente as pessoas que transitavam com suas vestimentas coloridas, suas sacolas nos braços e pouco sorriso. A praça que me indicaram (praça Rui Barbosa), era repleta de uma imensidão desocupada e grávida de um som agudo torturante. Logo, deixei pra trás essa paisagem e segui em direção a outra praça com menos pessoas e muito trânsito, barulho e desconforto.

Pensei, respirando profundamente, e desisti de trocar fotos por sorrisos, pois o mesmo não existia em mim. Abracei os equipamentos e segui pra grande feira municipal com o desejo de tomar água de coco. O atendente sorrio e me perguntou o que desejava, água de coco, respondi com o olhar atento aos dentes abertos sem ao menos perceber que ele sorria.

Após o rapaz do coco, o vendedor de bijuterias, a vendedora de relógios e o vendedor de controles, pilhas e bonés sorriram e reativaram em mim o desejo de trocar sorrisos, olhares e porque não fotos por sorrisos. Escolhi um canto da feira que não atrapalhasse os feirantes, montei o tripé com o banner, retirei a câmera e comecei a sorrir.

“Como é isso aí, mano?” Um carregador da feira me abordou com a voz tranquila e cheia de curiosidade. Expliquei a proposta e o mesmo falou que não se interessava pela troca. Não sabendo ele que a troca já tinha acontecido. Uma sensação muito forte me intrigou e percebi que a fotografia era consequência da troca de sorrisos, palavras e gestos que movimentavam os encontros.

A feira estava repleta de cores fortes, alimentos (des)cobertos, pessoas que passavam, vendiam ou que compravam e personagens curiosos pelo “produto” que não tinha preço, mas um imenso desapego, o sorriso.

Sorriso banguelo, cariado, de olhos fechados, de boca aberta, acompanhado de som ou tapado com a mão o caderno ou o braço. Alguns sorrisos moviam o corpo todo, enquanto outros paralisavam ou eram motivos de risos.

O desapego era tamanho que ao ler o banner as pessoas sorriam, conversavam e desistiam da idéia de ter o sorriso fotografado… Gargalhadas… O sorriso contagiava todos que circundavam o sorridente. Ah, que troca incomensurável. Yoshi Aguiar e Daisy Andrade chegaram sorrindo e me acompanharam registrando as trocas.

A ação era fortalecida a cada troca de sorrisos. O sorridente está chegando, vai trocar sorriso menino, gritava um vendedor. Fiquei exposto na feira e todos queriam sorrir, apenas sorrir. E eu pensava nas imagens que via e não podia fotografar sem a autorização das pessoas que não se importavam com Yoshi Aguiar registrando algumas trocas de longe.

As dores por sorrir por uma hora surgiam. As energias que chegaram a mim foram muitas e o cansaço tomou conta do meu corpo. Parecia que havia trabalhado o dia inteiro, mas não conseguia desmontar o tripé e seguia carregando o banner a caminho do ponto de ônibus. Um grito mudou minha direção, era um rapaz me chamando para tirar fotos dele. Ratinho, um carregador e comediante da feira foi logo retirando a camisa e pousando pra foto com um pirulito na boca. O mesmo convidou dois amigos para participar, ao mesmo tempo que amassava o link do blog e jogava no chão. Ele não queria a foto, mas apenas ser fotografado e mostrar que sabia contar piadas, imitar Clodoviu e outros personagens.

A quantidade de fotos que tirei não foi o que desejei para o dia, mas a quantidade de sorrisos que troquei superou minhas expectativas. A feira sorriu com o sorriso de um fotografo desconhecido. Os sorrisos que fotografei me fizeram pensar na ação com outra intenção. Registrar as trocas de sorrisos é diferente de convencer alguém a sorrir pra câmera. Sorrir-relacionar com muitas pessoas marca esse dia de troca. E fotografar os sorrisos é proporcionar novos dias de trocas.

Eferson Ferreira

DSC_5819

Luiz Calçados

DSC_5825

Cleide

DSC_5836

Valdeck

DSC_5839

Pão

DSC_5843

Valnei

DSC_5849

Yoshi Aguiar

DSC_5854

Daisy Andrade

DSC_5861

Matheus

DSC_5876

William

DSC_5883

Tiago

DSC_5886

Renato

DSC_5897

Sales

DSC_5904

Walace

DSC_5913

Luan

DSC_5927

Samara

DSC_5932

Léo Di Ledy

DSC_5933

Piter

DSC_5941

Uilliam de Jesus

DSC_5948

Má-theus Alves

DSC_5951

Pretho Souza

DSC_5965

TROCO FOTOS POR SORRISOS – INTERVENÇÃO NA PRAÇA DO CORETO EM JUAZEIRO BAHIA

Eu consigo um sorriso por uma foto?

Quando abri o cartaz “troco fotos por sorriso”, ouvi um grito, “pode ser por um sorriso banguelo?” Eu respondi, “a falta de uns dentes não vai fazer seu sorriso menos especial! Eu aceito a troca!”. Um taxista da praça muito bem humorado, mas tímido foi meu primeiro sorriso daquele dia. Foi muito curioso e diferente estar parado no centro da praça do coreto em juazeiro, com olhares de todas as pessoas da praça, as sentadas ou andando, os lojistas e cambistas, policiais e fiscais olhando curiosos para o cartaz e para o rapaz de vermelho com uma câmera na mão ao lado chamando a atenção.

A segunda coisa que vi depois dos olhares foram os lábios dos curiosos que reproduziam no sussurro “troco…fotos…por…sorrisos” pausadamente! Era algo que já estava me deixando cheio de alegria e excitação. Depois de balbuciar as palavras procuravam o negociante de fotos e, quando o viam riam, fechavam a cara, desviavam o olhar, corriam, sorriam grande ou discretamente.

É de graça?”, perguntou uma moça. “Não, não é, isso uma troca!”, respondi. Esse foi o primeiro contato por palavras que recordo. E assumo, fiquei curioso para ouvir dos outros transeuntes. Sairia era fazendo uma entrevista sobre o cartaz, mas, precisava tirar fotos, afinal era para isso que eu estava ali, fotografar sorrisos. Foram surgindo mais e mais curiosos e balbuciadores, a praça estava toda olhando em volta e começando a soar alto com risos, incentivos, pedidos para os que passavam como: “Ei, tira uma foto dela aqui!!” o taxista tentava me ajudar gritando alto pela praça brincando com as moças que passavam “esse sorriso lindo vale uma foto?”, gritava ele.

Eu já estava contagiado pelo clima daquela ação performativa. A intervenção me encheu de alegria ainda mais quando Luisa Magaly chegou para me fotografar e ser fotografada. Começamos e terminamos satisfeitos e cheios de coisas pra contar e escrever.

Isabel e RogérioImagem

Kaline de SouzaImagem

Luisa MagalyImagem

José CarlosImagem

EdinalvaImagem

Eugênia BeatrizImagem

José CastroImagem

Valmir FerreiraImagem

Keilane e LucileneImagem

Marileide AlcântaraImagem

Thiago AlvesImagem

Antônio PaixãoImagem

Luciano NunesImagem

Jorge BonfimImagem

Adriel FontesImagem

João CiriatoImagem

Wilson PedreiraImagem

Josefa MariaImagem

Ivonete da ConceiçãoImagem

Júnior RochaImagem

Romário dos SantosImagem

Elisângela MariaImagem

Adnei GomesImagem

Theodoria da SilvaImagem

Rita de CassiaImagem

Sargento PM DenilsonImagem

Alexandre da SilvaImagem

Chico FerreiraImagem

Gleide LisboaImagem

Janice PinheiroImagem

Miralva ConceiçãoImagem

Anny e IgorImagem

Braulio AlvesImagem

Arthur ConceiçãoImagem

Givanildo VieiraImagem

Michele AmaralImagem

Fernando SilvaImagem

Maria IsabelImagem

Leandro da SilvaImagem

Rose FonsecaImagem

Jose Jorge AlvesImagem

Letícia e Maria EduardaImagem

Dona JoanaImagem

Lizânia RaimundaImagem

Valdemar ConceiçãoImagem

Jaqueline SantosImagem

Arilson da SilvaImagem

Francisca GertrudesImagem